TIPOS DE DECISÕES DE COMPRA

Tempo de leitura: 3 minutos

Nós já falamos em outro artigo sobre o processo de decisão de compra dos consumidores e quais são os passos que levam desde a identificação de uma necessidade, passando pela escolha do produto, tomada de decisão e por fim a própria compra.

No artigo foi detalhado o que leva o consumidor a escolher um produto entre as dezenas de opções que ele possui, levando em conta tamanho, preço, valor agregado e outros aspectos. No entanto, pode ter ficado a dúvida:

“Mas quais são os tipos de tomada de decisão sobre consumo?”

Muitos podem pensar que todas as tomadas de decisões ocorrem de forma igual, porém cada uma delas respeita suas próprias características, apesar de passarem todas pelo processo de decisão de compra.

Sendo assim, listamos os principais tipos de decisões para vocês:

a) Decisão rotineira/habitual:

No primeiro tipo de decisão, temos que ela ocorre da forma mais simples possível, ou seja, através do hábito e sem elevados níveis de análise. Esse tipo de decisão é comum às pessoas que vão ao supermercado, por exemplo, quando tendem a comprar sempre a mesma marca, sem fazer uma profunda análise das marcas concorrentes disponíveis, ponderando os custos-benefícios de cada uma.

Tende-se a consumir a marca que estamos familiarizados seja por gosto, por afinidade ou por indicação de pessoas próximas.

b) Decisão Limitada:

Um pouco mais complexa que a decisão rotineira, a decisão limitada envolve um numero maior de pesquisas na hora da compra, porém pode trazer uma limitação ao consumidor levando em conta:

1) Limitação financeira: quando o consumidor possui poucas marcas disponíveis na faixa de preço que está disposto a dispender na compra.

2) Limitação geográfica: quando na região onde o consumidor vive apresenta poucas opções disponíveis.

3) Limitação de informações: quando há pouca informação disponível para pesquisa que seja relevante para definir que marca o consumidor irá adquirir.




 

c) Decisão impulsiva:

Ocorre quando os consumidores, apesar de realizar pesquisas, já possuem um objetivo pré-definido em suas mentes de qual produto irão adquirir. Nesse caso as pesquisas geralmente são realizadas por simples “desencargo de consciência”, porém sem grau relevante na tomada de decisão.

Um exemplo de decisão impulsiva ocorre quando um consumidor deseja a marca A de um produto famoso e realiza sua compra no impulso, mesmo com diversas pesquisas com colegas e na internet comprovando que a marca B possui melhor custo benefício.

d) Decisão extensiva/complexa:

Envolve um número elevado de pesquisas nos mais diversos meios (sites de buscas, sites especializados, colegas, vendedores e etc.) por um longo período de tempo.

Neste tipo de decisão os produtos possuem características bem relevantes e suas diferenciações são analisadas de várias formas a fim de se tomar a melhor decisão possível.

Geralmente são tomadas decisões extensivas na compra de produtos de elevado valor e/ou que serão pagos em um número elevado de tempo, como a compra de um imóvel ou carro.

Então é isso, esses são os principais tipos de decisões que podem ser tomadas. Lembrando que as empresas devem atentar-se para que tipo de produto estão vendendo e qual seu público alvo para aplicar a correta estratégia de marketing e obter sucesso no convencimento do consumidor pela compra de seu produto.

Até a próxima!

Deixe uma resposta